0080UTILIZADORES ONLINE

Porto a Subir 2018

A Ponto D. Luís I foi cenário de uma das mais desafiantes provas da cidade do Porto no primeiro dia do mês de julho.

Numa manhã que começou chuvosa, ao sinal do tiro de partida dado pela atleta Mónica Silva, o sol apareceu tímido e iluminou a primeira aventura dos atletas, as Escadas do Codeçal.

image_1image_2image_3image_4image_5image_6image_7image_8image_9image_10image_11image_12image_13image_14image_15image_16image_17image_18image_19image_20image_21image_22image_23image_24image_25image_26image_27image_28image_29image_30image_31image_32image_33image_34image_35image_36image_37image_38image_39image_40

O Porto a Subir é uma prova já com grande tradição na cidade e apresenta uma dificuldade alta. Cada participante partiu intervaladamente e foram apurados os resultados de cada subida, havendo classificação em cada escada.

Os destemidos atletas subiram em contra-relógio, cada um a seu ritmo, os 206 degraus das Escadas do Codeçal, uma das mais emblemáticas do centro histórico da Invicta.

Depois de todos os atletas estarem novamente alinhadas para a partida, começou a segunda parte do desafio, os 290 degraus das Escadas dos Guindais. O incentivo dos turistas e moradores foi essencial para que os atletas superarem os seus objetivos e alcançarem a meta, localizada nas imediações da Batalha.

image_1image_2image_3image_4image_5image_6image_7image_8image_9image_10image_11image_12image_13image_14image_15image_16image_17image_18image_19image_20image_21image_22image_23image_24image_25image_26image_27image_28image_29image_30image_31image_32image_33image_34image_35image_36image_37image_38image_39image_40

A cerimónia de pódio premiou os dez primeiros homens e as dez primeiras mulheres em cada escada, com Jerónimo Maia, da Câmara Municipal do Porto/Porto Lazer, Nelson Sousa, da Cruz Vermelha Portuguesa – Delegação do Porto e a atleta Mónica Silva a fazerem a entrega dos prémios.

Na primeira subida, a das Escadas do Codeçal, no lado masculino da prova Adrião Rodrigues, do Campismo, completou o percurso com 1m46,9s. No setor feminino, Rosa Madureira subiu as Escadas do Codeçal com o tempo de 2m22,2.

No que diz respeito às escadas dos Guindais, Tomás Baptista, da Escola do Movimento, foi pela quarta vez consecutiva vencedora desta prova, com o tempo 1m21,5s.

image_1image_2image_3image_4image_5image_6image_7image_8image_9image_10image_11image_12image_13image_14image_15image_16image_17image_18image_19image_20image_21image_22image_23image_24image_25image_26image_27image_28image_29image_30image_31image_32image_33image_34image_35image_36image_37image_38image_39image_40

Na vertente feminina, esta difícil prova teve como vencedora Alison Hooper, uma turista canadiana que se aventurou pela primeira vez neste desafio e se sagrou vencedora feminina com o tempo de 1m48,4s.

A 15ª edição do Porto a Subir foi mais uma vez realizada com o apoio fundamental do Clube Desportivo e Cultural dos Guindais, ao qual a Runporto, através do seu diretor, Jorge Teixeira, entregou uma lembrança de agradecimento por todo o apoio durante estas 15 edições.

image_1image_2image_3image_4image_5image_6image_7image_8image_9image_10image_11image_12image_13image_14image_15image_16image_17image_18image_19image_20image_21image_22image_23image_24image_25image_26image_27image_28image_29image_30image_31image_32image_33image_34image_35image_36image_37image_38image_39image_40image_41
close